Resolvi escrever esse post porque até agora estou um pouco desacreditada com uma prática que, até então não conhecia, de ajudar o seu bebê dormir a noite inteira, sozinho. Queria enfatizar que não estou dando a minha opinião (dizendo se concordo ou não com a abordagem), só explicando como funciona e dizendo que aqui no Canadá 99% dos pais utilizam essa prática.

Comecei a ajudar uma amiga com o bebê dela de 11 meses e vi, com os meus próprios olhos, o resultado de duas semanas de sleep training aos 6 meses. Vi uma criança que, quando colocada ao berço, deita e dorme sozinha e só acorda no dia seguinte. Não chora, não reclama, não fica nervosa. Uma criança que, aparentemente, consegue se acalmar sozinha a ponto de pegar no sono e mantê-lo durante a noite inteira.

Fiquei tão curiosa com isso que fui pesquisar. Descobri um site que explica passo a passo (em inglês) então só vou traduzi-lo. Link para texto original: https://www.babycenter.com/0_baby-sleep-training-the-basics_1505715.bc  

O que é o Sleep Training?

É o processo de ajudar o bebê a começar a dormir sozinho, e continuar dormindo durante a noite inteira.

Para alguns bebês é mais fácil e rápido. Mas uma grande maioria tem grande dificuldade em se acalmar ou a voltar a dormir sozinhos quando acordam no meio da noite. Descrevemos a seguir as principais abordagens: cry it out, no tears and fading

Quando posso começar o treinamento?

A maioria dos profissionais recomendam começar entre os 4 e 6 meses de idade. A partir dos 4 meses, os bebês, em sua maioria, já tem o ciclo mais regular de acordar-dormir, já não estão mais mamando a noite inteira e conseguem alongar o período de sono durante a noite. Esses são os sinais de que ele deve estar pronto para começar o Sleep Training.

É claro que cada bebê é diferente. Alguns ainda podem não estar preparados até um pouco mais velhos. Alguns bebês já dormem 7 horas seguidas durante a noite, outros ainda não. Se você tem dúvidas, pergunte ao seu médico.

Como se preparar para o Sleep Training?

. Introduza uma rotina para a hora de dormir: pode começar desde pequeno, 6 semanas, mas não se preocupe se o bebê já for mais velho – nunca é tarde. A rotina pode incluir um banho quente, um livro, uma música. O importante é que seja feita a mesma todos os dias.

. A escolha do horário é importante: profissionais recomendam entre as 7 e 8 da noite. Assim o bebê não estará tão cansado e/ou brigando para dormir.

. Siga a mesma rotina todos os dias: tente tirar o seu bebê do berço todos os dias no mesmo horário, o alimentá-lo e colocá-lo para a soneca também no mesmo horário. Ter esses horários fixos o ajudam a relaxar e se sentir seguros. São esses bebês que adormecem com mais facilidade.

. Tenha certeza que o seu bebê não tem nenhuma condição que afete seu sono: consulte seu médico.

Quais são as abordagens disponíveis?

Existem diferentes métodos saudáveis para o seu bebê. Mas qual devo usar? Isso vai depender qual o seu filho vai responder melhor e a que você se sentir mais confortável também.

Enquanto profissionais continuam a debater qual é a melhor opção, mais importante que o método é a consistência. Qualquer técnica é eficaz se for feita com consistência.

Escolha um método e vá em frente. Seja flexível na hora de começar e observe como o seu bebê vai reagir. Se perceber muita resistência ou uma regressão no comportamento e humor, pare e espere algumas semanas para começar de novo, mas dessa vez, escolhendo uma abordagem diferente.

A maioria dos métodos seguem uma dessas abordagens básicas:

Abordagem Cry it out:

Os defensores dessa abordagem dizem que dormir pegar no sono sem ajuda é uma habilidade que o bebê tem capacidade de aprender, se tiver oportunidade. A ideia de que o seu filho se acostumar com você o balançando, no seu colo, ele não aprenderá a dormir sozinho, vai sempre pedir ajuda. Por outro lado, se ele aprender a dormir sozinho, ele também conseguirá fazer o mesmo se acordar de madrugada por algum motivo.

Choro não é o principal objetivo desse método, mas uma consequência. Especialistas dizem que não tem problema deixar o seu filho chorando e sair do quarto. Porém, não aconselham deixá-lo chorando um tempo indeterminado, tudo deve ser bastante observado e controlado pelo adulto. O método consiste em colocar o bebê no berço enquanto ele ainda está acordado, o permitindo chorar por períodos curtos, o acalmando sem pegá-lo no colo (pode ser apenas fazendo carinho, mas sem tirá-lo do berço).

A abordagem mais conhecida do método Cry it out foi desenvolvida pelo pediatra Richard Ferber, diretor do centro de pediatria de problemas para dormir do Children’s Hospital em Boston. Ferber diz que para pegar no sono sozinho e dormir durante a noite inteira, os bebês precisam primeiro aprender a se acalmar sozinhos. Ferber acredita que ensinando o bebê a se acalmar involve deixá-lo chorar sozinho por algum tempo.

Abordagem No Tears:

Se você não se sente confortável com a ideia de deixar o seu filho chorando, ou tentou o método acima e não funcionou, você deve considerar essa abordagem mais gradual e com menos lágrimas.

Especialistas desse método incentivam uma abordagem com mais processos. Acalmando o bebê e oferecendo conforto sempre e na mesma hora que a criança começa a chorar. O pediatra William Sears, autor do livro The Baby Sleep acredita nesse método. Educadora de pais Elizabeth Pantley ressalta a importância do passo a passo No tears no seu livro The No-Cry Sleep Solution. 

No Tears é considerada uma abordagem mais carinhosa e focada no seu bebê. Ele recomenda ajudar pacientemente o bebê a dormir no tempo que ele precisar. Funciona dormindo junto, fazendo carinho ou balançando até pegar no sono. Mas o mais importante: responder às necessidades do seu filho assim que elas surgirem, se chorar, aparecer no quarto dele na mesma hora e começar tudo outra vez.

Abordagem Fading:

Nessa abordagem, os pais gradualmente diminuem seu papel na hora do sono do bebê. Dos dois métodos, esse é um “meio termo”. Os pais precisam estabelecer um momento para o bebê conseguir se acalmar sozinho, e ao mesmo tempo, mostrar que estão ali caso algo aconteça. Estabelece-se um período em que deixamos o bebê tentando se acalmar sozinho antes de intervir, e esse período vai ficando cada vez maior para o bebê e menor para os pais.

Funciona assim: os pais devem sentar em uma cadeira do lado do berço até o bebê dormir, essa cadeira será gradualmente (cada noite) movida cada vez mais longe do berço. Outra característica dessa abordagem é checar o bebê a cada 5 minutos e acalmá-lo fazendo um carinho, sem pegar no colo, até o bebê dormir.

O objetivo é dar tempo para o bebê entender como ele vai conseguir se acalmar sozinho. Dê a oportunidade para o bebê “tenta” antes de sair correndo e pegá-lo no colo. Comece de perto o incentivando e dizendo que ele consegue, e cada vez mais vá se afastando. “A ideia é ser um treinador, não uma muleta”, diz Kim West, clínico social e autor do livro The Sleep Lady’s Good Night, Sleep Tight, que aborda estratégias dessa abordagem.

Eu tenho que usar o método Sleep Training com o meu filho?

Não. Os pais decidem por alguns métodos mais extremos quando estão cansados ou frustrados com os hábitos de dormir dos seus filhos, e nada do que eles tentaram funcionou. Se você está feliz do jeito que as coisas estão indo, agradeça e continua desse jeito.

Famílias podem ter diferentes expectativas e tolerâncias. Uma criança de 9 meses que acorda duas vezes na noite, pode ser o fim do mundo para uma família, mas extremamente natural para outra. Se o sono do seu filho não está indo bem, você saberá. Você pode procurar ajuda médica ou optar por métodos ensinados por especialistas.

DICAS QUE SERVEM PARA TODOS:

  • Não ajude o seu bebê demais. Deixe ele encontrar uma posição mais confortável sozinho ao invés de colocá-lo do “melhor” jeito. Quando ele acordar, pense algumas vezes antes se ele precisa mesmo da sua ajuda para voltar a dormir.
  • Espere algumas lágrimas, é normal. Os bebês não gostam de mudanças, e chorando é o jeito deles de expressar isso. Mas eles são extremamente adaptáveis a novas rotinas, e o choro não deve durar muito.
  • Ofereça um objeto de conforto. Algum bichinho de pelúcia, uma naninha, podem servir para a transição mais confortável de rotinas, segurança em lugares em que estejam “sozinhos”.
  • Seja consistente. Se todos os cuidadores não estiverem trabalhando da mesma forma, vai demorar mais tempo para o bebê aprender. Garanta que o mesmo trabalho esteja sendo feito com todas as pessoas que colocam o bebê para dormir.
  • Escolha um horário amigável: não coloque o seu filho para dormir muito tarde, bebês muito cansados demoram mais a dormir e acordam mais a noite.

 

 

 

 

 

 

 

 

Advertisements

2 replies on “Baby Sleep Training

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s