Primeiramente, de qual brincar estou falando? Estou falando do brincar espontâneo, sem regras, natural e prazeroso para a criança. Do brincar que a criança escolha a sua função e das maravilhosas fases do desenvolvimento da criança através dele. Todos nós sabemos que todas as crianças devem brincar certo? ERRADO. Hoje em dia é tão raro ver uma criança brincando desse jeito que eu estou descrevendo. As brincadeiras são direcionadas, chamadas de atividades e perderam o foco na criança. Quantos pais aqui colocam os filhos em atividades extra curriculares? Quantos pais aqui acham que é importante que o filho não fique em casa “sem fazer nada”?

Pois é, faz parte da nossa cultura de “vida corrida” e “tempo é dinheiro” que acabamos achando que não estar em alguma atividade com propósito explícito e palpável (aprender a tocar violão, dançar ballet, natação…) a criança não está se desenvolvendo, está “parada” e “sem fazer nada”. Agora deixa eu te contar uma coisa, sabia que a criança desenvolve muito mais quando não é direcionada por um adulto? E que todo esse deslocamento: escola, atividade extra curricular, carro, correria, não é a forma mais saudável de educar. Quem tem criança pequena em casa sabe o quanto as “transições” são complicadas, causam tensão, ansiedade e estress.

Que tal reeducar nossas cabeças para uma forma mais simples e mais completa de desenvolvimento? Que tal acreditarmos no tempo do brincar como um tempo ganho, precioso, e não como perda? Vem cá, vou te contar tudo o que as crianças desenvolvem quando brincam:

  • Funções dos objetos (para que servem, como funcionam)
  • Coordenação motora (a partir de movimentos repetidos – afinando conforme necessário)
  • Física e espacial (a partir de observações das propriedades dos objetos: “vamos subir nesse tronco de árvore? Nossa, quando eu faço isso eu escorrego. Ops, estou caindo muito, deixa eu tentar de novo”)
  • Lógica e matemática (crianças que brincam com blocos percebem que a base precisa ser maior para a construção não desmoronar)
  • Social (como se relacionar com o outro, expressar sentimentos: “Eu não gostei que você pegou o brinquedo da minha mão”, compartilhar, conviver com quem não gosta, descentralização do eu)
  • Pensamento abstrato e simbólico (crianças capazes de separar suas ações do mundo real para o mundo criativo, representar essas ações e transformar em brincadeiras de faz de conta: “finge que a gente estava indo viajar e ai…”)
  • Linguagem
  • Criatividade e imaginação

Durante o brincar a criança está exposta a situações reais de resolução de problemas, flexibilidade de se adaptar a novas situações, línguas, culturas. Naturalmente ela aprende a se socializar, esperar a sua vez, cooperar, testar comportamentos socialmente aceitos ou não. Alguns psicólogos e estudiosos do desenvolvimento infantil, como Levy Vygotsky, acreditavam que não existe o conceito de aprender fora do contexto social, e é nele que as crianças testam seus comportamentos, pois tudo é permitido. Não tem regra ou estereótipo, é a hora de explorar e descobrir.

E aí? Já te convenci de que ficar em casa brincando no parquinho do prédio, ou tempo explorando, descobrindo, questionando é muito mais importante do que estar em uma atividade extra curricular? Não estou dizendo que a natação não é importante, é claro que é, mas tente abrir os olhos para esses momentos preciosos de exploração que são de extrema importância. O problema do brincar (para algumas pessoas) é que as vezes não te da uma resposta rápida a curto prazo, mas se preocupe mais com o processo também, é ele que garante o desenvolvimento.

Para quem ficou mais curioso sobre o brincar na Educação Infantil, pode procurar muito assunto aqui: http://pediatrics.aappublications.org/content/119/1/182

 

(function(g){g.__ATA.initVideoAd({format: 'inread', sectionId:1265303015});})(window);
Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s